COVID-19DestaqueNotícias
Destaque

Prefeito de Riachinho, Neizon Rezende, adere ao consórcio público para compra de vacinas contra a Covid-19

Iniciativa é liderada pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e conta com a adesão de mais de 2000 municípios de todo o Brasil.

O prefeito de Riachinho, Neizon Rezende, aderiu, na última quinta-feira (04/03), ao Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (CONECTAR), dentre os municípios que manifestaram interesse na compra de vacinas contra a Covid-19. Desde a última atualização da FNP, dos municípios do Noroeste de Minas, apenas Riachinho, João Pinheiro, Unaí, Uruana de Minas e Paracatu fizeram adesão ao consórcio.

Agora, o município terá até o dia 19 de março para aprovar um projeto de lei na Câmara Municipal, autorizando a adesão ao consórcio público e enviá-lo para a Frente Nacional de Prefeitos. Os recursos para compra de vacinas poderão ser disponibilizados de três formas: por meio dos municípios consorciados, aporte de recursos federais ou eventuais doações nacionais e internacionais.

Com o termo assinado, a previsão da FNP é que até o dia 22 de março o consórcio seja constituído e instalado. De acordo com o prefeito de Riachinho, Neizon Rezende (Podemos), as possíveis negociações iniciam a partir desta etapa oficializada.

“A expectativa pela vacina é a chance de revertermos o triste cenário que a pandemia tem imposto a tantos riachienses. Hoje dependemos do Governo Federal quanto ao Plano de Imunização, mas precisamos estar preparados para todas as possibilidades de ampliar a aquisição de mais doses”, enfatizou o gestor.

O objetivo da FNP com a criação do consórcio público é oferecer suporte caso o Plano Nacional de Imunização (PNI) do Governo Federal não consiga suprir a demanda nacional. Juntos, os consortes poderão articular a aquisição de vacinas, medicamentos, insumos e equipamentos diante da situação emergencial enfrentada.

INTERESSE-DE-ADESAO-AO-CONSORCIO-PUBLICO-VACINAS

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo